Casal sem se entender
Relacionamentos

Como evitar as brigas com a esposa ou com o marido

Na vida familiar, ocorrem frequentemente conflitos. Os cônjuges amorosos os suportam com firmeza, resolvem problemas e fazem as pazes. Mas, às vezes, se você acumula ressentimento e descontentamento, pequenas brigas com o marido entram em escândalo. Os motivos podem ser diferentes: primitivo e sério. Mas, para manter os relacionamentos e a família, você sempre deve discutir momentos emocionantes e encontrar compromissos.

Por que os casais brigam

No início de um relacionamento, um homem e uma mulher se separam, aprendem hábitos, preferências. Eles estão no estágio de se apaixonar, quando tudo ao seu redor parece bonito e romântico. Quando o casal começa a viver juntos, surgem tarefas domésticas e preocupações que são baixadas do céu para a terra e tiram os óculos cor de rosa. O período do buquê de doces termina, um ponto de viragem se estabelece – uma crise durante a qual a reavaliação de valores ocorre. Nesse estágio, os parceiros podem não ser capazes de suportar problemas emergentes, juram ou até divergem.

Brigas constantes de alto perfil com o marido deprimem o sistema nervoso, levam à depressão, insônia e mau desempenho. O fato é que nenhum dos parceiros quer fazer concessões. Eles respondem à agressão, gritos, raiva e abuso. Este marido e mulher estão tentando provar seu caso. Depois de um tempo, as emoções desaparecem, a razão do escândalo é esquecida, torna-se embaraçoso ou pouco claro para os amantes por que o conflito ocorreu.

Um surto de raiva provoca estresse, fadiga crônica, doença. Isso pode acontecer até para a pessoa mais calma e pacífica. Se o marido quiser descansar depois do trabalho, ir para a cama mais cedo e sua esposa o puxar para uma festa, pode ocorrer uma briga.

Lutamos com nosso marido todos os dias se transferirmos as relações dos pais para nossa família e copiarmos seu comportamento. Isso também se aplica aos homens. Esse comportamento era a norma quando um garoto e uma garota moravam com os pais. Eles viram o relacionamento de mãe e pai, que se tornou um exemplo para eles.

Escândalos frequentes entre marido e mulher podem ocorrer quando um cai na mão quente do outro. Por exemplo, um marido pode ser traído em um estacionamento ou repreendido no trabalho, e por causa de um disparate, ele irrita sua esposa. A esposa não tem nada a ver com isso, isso a ofende, ela mostra agressão retaliatória por causa de insignificâncias. Outras causas de brigas podem ser problemas financeiros, baixa auto-estima, incapacidade de comprometer, caráter difícil, etc.

Boas razões para discussões

Quando ambos os cônjuges se amam, pequenos problemas são resolvidos com rapidez e facilidade. Se houver um desejo sincero de manter uma família e um bom relacionamento, eles aprenderão a interagir e gerenciar conflitos.

Mas há razões mais sérias para brigas que complicam a vida e encontram uma saída para a situação:

  • alcoolismo;
  • vício em jogos de azar;
  • traição;
  • desacordos nos métodos de educação.

O álcool inibe a atividade do córtex cerebral. Sob sua influência, a atenção é perturbada, o autocontrole é perdido, o sentimento de ressentimento, a agressividade é fortalecida e isso leva a ações imprudentes. Uma pessoa perde a capacidade de avaliar sensatamente o que está acontecendo. Por exemplo, um cônjuge bêbado pode ficar furioso por causa de uma observação recebida de sua esposa em um assunto menor: ele plantou uma mancha ou desmoronou em uma mesa.

         Os conflitos na família são inevitáveis ​​se o marido corre atrás do computador depois do trabalho, em vez de conversar com a esposa, brincar com crianças, visitar ou hospedar convidados. A situação oposta também acontece: a esposa está constantemente em conflito, os problemas estão no trabalho, o marido encontra uma maneira de se livrar da agressão – ele brinca no computador.

Trair um parceiro leva ao escândalo, porque é uma traição e ataca a auto-estima. A inconsistência das abordagens dos cônjuges à educação afeta negativamente a criança. Mamãe proíbe comer doces antes de comer, o pai permite. A esposa começa a xingar o marido, acusando-o de não apoiá-la. Ele não gosta de ser visto por sua esposa. O conflito está surgindo.

Regras de conduta durante o escândalo

Mesmo em conflitos, você deve aderir às regras. Em nenhum caso deve brigar com pessoas de fora. Se amigos ou parentes entrarem em confronto, a agressão entre marido e mulher só se intensificará. É muito provável que os cônjuges se reconciliem, e os estranhos continuem culpados de sua briga, por isso juramos em particular com meu marido.

Uma técnica eficaz é manter o silêncio. Se um dos cônjuges iniciou um monólogo agressivo, deixe-o terminar. É melhor evitar reprovações mútuas, fúria retaliatória e não sucumbir a provocações.

Reconciliação com Cônjuge

Se o escândalo ainda não puder ser evitado, é preciso esperar até que as emoções diminuam e só depois prosseguir com o estabelecimento de relações. Durante a pausa, cada um dos cônjuges compreende o que aconteceu e prossegue com as negociações preparadas.

O primeiro passo é difícil de dar, especialmente para os homens. Eles acreditam que isso é indigno deles, então geralmente uma mulher começa a reconciliação. Mas se ela é a única culpada, tanto mais ela precisa iniciar um diálogo.

Na ausência do desejo de um homem de entrar em um esclarecimento de relacionamento, é necessário adiar a conversa. Começando a pressioná-lo, você pode provocar um escândalo com força ainda maior. Tendo entendido que o cônjuge se acalmou e está pronto para o diálogo, é recomendável que ele fale o maior número possível de palavras afetuosas, toque suavemente seu corpo, golpe e beijo. Tais ações aliviarão o estresse e serão criadas para uma comunicação amigável.

Caso o cônjuge fique em silêncio e evite fazer contato por vários dias ou semanas, você pode providenciar uma surpresa para ele. Para fazer isso, você pode se lembrar de todos os seus hobbies, pensar no que ele definitivamente não pode resistir e perceber. A primeira coisa que vem à mente é a ideia de entretê-lo com sexo quente na cama, vestindo roupas íntimas novas. No entanto, este método não tem êxito. O cônjuge concordará com um novo experimento, mas após o sexo, a raiva retornará.

         Uma boa surpresa para a reconciliação seria um jantar romântico. Você pode escolher qualquer lugar, incluir música calma. Declaração de amor, arrependimento pelo escândalo e desejo de consertá-lo e esquecer que isso afetará o homem.

Posteriormente, você precisa estar mais interessado nos assuntos e no humor do cônjuge. Talvez algo o esteja incomodando, ele precisa de atenção e apoio. Ele fica mais satisfeito ao ouvir palavras de amor em vez de censuras por pratos sujos.

Razões para brigas contínuas com o marido

Brigas permanentes na família podem surgir como resultado da quebra do caráter do parceiro. Isso acontece quando uma característica deixa de se adequar a um ente querido e a alteração começa. Ele está resistindo e ocorre uma briga.

Na fase de se apaixonar, muito parece não ser particularmente importante para os parceiros. Com o tempo, surgem problemas, inclusive financeiros. No começo, havia dinheiro suficiente, as prioridades eram diferentes. Mais tarde, os desejos mudam, quero um novo: o mar, um casaco de pele, um telefone caro, um carro. Acusações de grandes despesas ou pequenos ganhos podem surgir.

Os problemas familiares surgem não apenas por causa da insegurança. Orgulho e alta auto-estima também estragam o relacionamento. Entender por que as brigas surgem é fácil, apenas um dos parceiros se considera melhor e mais digno do outro. Até que uma pessoa comece a trabalhar consigo mesma, é difícil se livrar dos conflitos nessa área.

Discussões sobre questões íntimas ocorrem com o marido constantemente por causa de uma incompatibilidade de necessidades. É preciso fazer sexo com mais frequência, outro com menos frequência. Preferências iguais, disposição para buscar um compromisso, podem enfraquecer a raiva crescente.

Muitas vezes, as brigas ocorrem por motivos domésticos. A esposa se cansa no trabalho, depois chega em casa e passa o resto do dia na cozinha. O marido está deitado no sofá, assiste futebol, lê o jornal em vez de ajudar a esposa. Quando nós, mulheres, temos muitas tarefas e responsabilidades, não temos tempo para cuidar de nós mesmos, de nossos hobbies ou até de conversar com crianças, constantemente amaldiçoamos isso com nosso marido. Fadiga acumulada pode provocar um escândalo.

Se o marido saiu devido a escândalos: o que fazer

Quando discutimos com nosso marido todos os dias, principalmente por causa de insignificâncias, o marido pode sair de casa. Se ele não tem uma amante, então há uma chance de devolvê-lo, você precisa saber o que fazer. Isso ajudará:

  • conversa
  • consciência da causa do conflito;
  • oferecer para começar tudo de novo;
  • seguintes promessas.

Primeiro, você precisa convidar o homem para conhecer e discutir o conflito e o ato de sua esposa. O pedido de reunião deve ser feito em um tom calmo e amigável, sem ameaças e chantagens. Na reunião, o motivo da briga é discutido. Uma mulher é melhor admitir o reconhecimento de um erro. Isso deve ser feito de maneira amigável.

         Após a proposta de iniciar o relacionamento novamente, prometendo ser melhor, mais adequado, você deve seguir as promessas. Vai ser difícil, mas com um forte desejo de devolver o marido e manter um relacionamento caloroso, será necessário fazer um esforço.

A partida de um marido deve ser uma razão para uma mulher pensar em seu caráter, rever suas próprias ações e comportamento. Quando é difícil resolver o problema e entender a si mesmo, você pode recorrer a um psicólogo.

Conselho do psicólogo

Para reduzir o número de discussões familiares, os psicólogos aconselham a entender e entender por que eles surgem, por que motivo. Certifique-se de aprender a ouvir e ouvir o que o oponente diz, bem como responder a ele. É importante discutir problemas e queixas.

Converse com seu marido não apenas quando o conflito for discutido, mas também sobre outros tópicos. Para fazer isso, você precisa fazer esforços e expandir seus horizontes.

No momento do surto de raiva, o conselho de um psicólogo age, recomendando que você conte até dez. Durante esse período, você pode perceber sua raiva e impedir a expressão de palavras ofensivas. Você também deve aprender a relaxar: faça yoga, meditação. Mulheres harmoniosas em estado de paz são capazes de acalmar a raiva do marido.

As brigas familiares ocorrem por muitas razões – sérias e menores. Sabendo como se comportar durante um conflito, você pode evitar sérias perturbações nos relacionamentos. Desejando preservar o amor e o casamento, ambos os parceiros devem trabalhar em si mesmos.

Fontes:

Psych Central.com
Psychology Today
Very Well Mind
Helpguide

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta