Mulher insatisfeita na cama
Sexualidade

Como ajudar minha mulher que não quer transar

A diminuição da libido em mulheres em idade reprodutiva não é a norma. Se a esposa não quer intimidade com o marido, as razões devem ser buscadas no plano psicológico. Muitas vezes, uma diminuição no desejo é o resultado de problemas de saúde. Para trazer a paixão de volta aos relacionamentos, você precisa identificar as causas e eliminá-las.

A diferença na percepção do sexo por uma mulher e um homem

Um relacionamento íntimo para um homem é uma necessidade fisiológica. É claro que, entre os sexos mais fortes, o sexo também está associado ao domínio das emoções, mas não na mesma extensão que suas esposas. Para as mulheres, a intimidade é mais do que apenas uma fusão de corpos. As esposas veem nela um dos componentes do amor mútuo, da afeição e da unidade das almas. Qualquer mudança nas relações com um homem afeta automaticamente todas as áreas de interação, incluindo o sexo.

As mulheres percebem emocionalmente uma vida íntima, portanto, sem o bom humor psicológico e atmosfera harmoniosa, não podem entrar em intimidade. Os homens não experimentam uma gama tão ampla de emoções complexas, o principal fator estimulante para elas é o estímulo visual e tátil. Nas esposas, a atração sexual surge precisamente do humor emocional correto.

A compreensão dessas diferenças torna possível harmonizar a esfera do sexo e impedir o surgimento de desacordos nessa base.

Causas comuns para evitar a intimidade

Os distúrbios sexuais nem sempre requerem tratamento e tratamento por especialistas. Na maioria dos casos, se a esposa não quer o marido, você não precisa fazer nada assim, pois tudo é facilmente resolvido na família. A falta de vontade de intimidade nas mulheres pode estar associada a esses motivos:

  1. A atmosfera estressante na família, a atmosfera de conflitos e brigas. Mesmo que o casal se reconcilie após insultos mútuos, leva mais tempo para restaurar a atmosfera emocional e a atração mútua.
  2. Problemas de saúde (doenças, distúrbios, interrupções hormonais). Com isso, você precisa ir a um especialista.
  3. A falta de cuidado e atenção por parte do marido é uma das principais razões psicológicas para o declínio da atração.
  4. Fadiga excessiva, imersão na vida cotidiana ou atividade profissional. Isto é especialmente verdade para mulheres que combinam casa e carreira. Mas muitas vezes as donas de casa se cansam sem ajuda e, no final do dia, não encontram força em si mesmas para os jogos de amor.
  5. Relações frias alienam seriamente os cônjuges. A solução é um retorno sistemático à comunicação normal.
  6. Insatisfação com a aparência, os complexos também destroem o desejo de proximidade nas mulheres.
  7. Outra opção é possível – o marido não é mais solidário com a esposa, portanto ela não quer intimidade com ele.

Depois de descobrir por que a esposa não quer intimidade com o marido, você pode começar a trabalhar na mudança. Mas às vezes vale a pena considerar a situação de maneira abrangente. Uma diminuição no desejo sexual por um longo tempo pode ser o resultado de vários fatores negativos.

Há outra razão pela qual uma esposa se esquiva da intimidade ou não quer sexo com o marido – esse é um relacionamento amoroso ao lado. Porém, antes de acusar sua esposa de infidelidade, verifique se não há outras razões pelas quais ela esfriou. Só é possível suspeitar de traição se outros sinais típicos de infidelidade feminina se juntarem ao declínio do desejo sexual.

Resolução de problemas

Se a situação com intimidade não se adequa aos cônjuges, é necessário começar a tomar medidas para normalizar essa esfera. O algoritmo é simples e direto – você precisa identificar as causas e começar a eliminá-las, restaurando a harmonia no casamento. Mas é a busca de causas que costuma ser a tarefa mais difícil. Se o cônjuge não deseja intimidade, você deve considerar o relacionamento como um todo e não procurar problemas na cama.

Trabalho em rede

O emprego de cônjuges leva à falta de comunicação construtiva, e esse é o fundamento do bem-estar em um relacionamento. Para resolver com êxito todos os problemas de natureza sexual, você precisa começar a se comunicar em um nível mental e espiritual mais profundo. Etapas para ajudar a estabelecer a comunicação:

  • encontre mais tempo para a comunicação e não troque frases de plantão em movimento;
  • desenvolver habilidades de escuta;
  • Aprenda a expressar todos os seus desejos e necessidades em palavras;
  • Não use censuras e censuras mútuas no diálogo;
  • procure um terreno comum;
  • evitar aqueles em que não há consentimento;
  • dominar a arte do compromisso.

Vale lembrar o primeiro ano do relacionamento. No período do buquê de doces, tudo saiu fácil e naturalmente. Se você devolver os fragmentos que faltam desse estágio romântico para o casamento, tudo dará certo.

Atenção e cuidado devidos

Um homem que deseja restaurar a harmonia na esfera íntima é obrigado a reconsiderar sua atitude em relação à esposa. Sem a devida atenção e o nível de atendimento necessário, é impossível contar com o desenvolvimento harmonioso da comunicação. A natureza do belo sexo é tal que eles são capazes de realizar seu potencial se sentem mulheres. Mas a dificuldade é que eles raramente expressam seus desejos e necessidades.

Um homem pode fazer a diferença tentando, no processo de diálogo, descobrir o que está faltando na esposa. O que mais fazer se a esposa não quiser sexo:

  • retornar romance ao relacionamento;
  • comece a celebrar a dignidade de sua esposa, faça elogios;
  • oferecer assistência no domicílio;
  • assumir parte da responsabilidade de cuidar de crianças;
  • periodicamente faça surpresas, dê flores.

Devolver a paixão a um relacionamento não é tão difícil. Mas isso requer esforço e tempo. Você pode começar com passos simples: convide sua esposa para o cinema, volte para casa do trabalho com um buquê de suas flores favoritas ou apenas lave a louça depois do jantar. E quando o casal acaba na cama, movimentos relaxantes de massagem e alguns elogios sinceros o ajudarão a sintonizar-se com a intimidade.

Quando é necessário um especialista?

Problemas psicológicos e fisiológicos que levam a um distúrbio do desejo sexual são condições reversíveis. Quanto mais cedo as medidas forem tomadas, mais fácil e rápido o problema da redução da libido será resolvido. Você não pode adiar uma viagem a um especialista se esses problemas forem observados em paralelo:

  • piora do bem-estar;
  • apatia, humor depressivo;
  • mudanças bruscas na aparência;
  • perda de apetite.

A falta de atração pode ser um sinal de uma dúzia de diferentes problemas de saúde e distúrbios psicológicos. Se um homem estiver preocupado com o comportamento ou o estado de saúde de uma mulher, convença-a a visitar um especialista para diagnóstico e tratamento.

Sexo pós-parto

A qualidade dos relacionamentos íntimos após o nascimento de um bebê muda por dois motivos. O primeiro é uma série de fatores psicológicos. A segunda razão é a fisiologia e alterações no corpo associadas ao parto. Muitas vezes, as mulheres são tímidas. A situação é agravada por sensações dolorosas resultantes do parto.

Os pais jovens, especialmente no primeiro ano após o nascimento da criança, estão muito cansados. Autoconsciência em um novo papel, maior responsabilidade, perda de tempo cuidando de um bebê – tudo isso leva a um enfraquecimento da atração. Se você não trabalha para resolver o problema, a falta de sexo e a comunicação normal no período pós-parto podem provocar uma grave crise no relacionamento.

Picos hormonais

Gravidez e parto alteram significativamente o fundo hormonal de uma mulher. Devido à produção instável de hormônios, ocorre um desequilíbrio. Isso afeta o desejo sexual pelo marido. A esposa não quer fazer sexo não por causa do esfriamento dos sentimentos, mas como resultado de uma deficiência de hormônios sexuais. Quando isso é observado durante o período de recuperação, não é necessário tratamento especial, o corpo retornará ao normal.

Se a falta de desejo for observada por um longo tempo, é necessário consultar um ginecologista. Pode ser necessário se submeter a um diagnóstico e tratamento para corrigir a condição. Se a esposa não quiser fazer sexo após um parto recente, e outros sintomas alarmantes se juntarem, você deve visitar imediatamente um médico. Uma diminuição da libido pode ser o resultado de sérios distúrbios hormonais e doenças do sistema endócrino.

Crianças na cama – tabu completo

Compartilhar um sonho com os filhos é outra razão pela qual a esposa não quer um marido. Essa é uma barreira psicológica. A prática regular do sono conjunto leva a uma perda de desejo sexual em mães jovens. Se a criança está na cama, todos os pensamentos da mulher são ocupados por ela; portanto, psicólogos e pediatras infantis não recomendam praticar o sono conjunto de forma contínua.

É claro que pode haver exceções, mas para uma atmosfera saudável na família e a normalização da vida íntima, é necessário organizar um sonho separado. Isso é importante não apenas para uma vida sexual normal, mas também para um bom descanso para os pais.

Conselho do psicólogo

Quando os homens procuram psicólogos e reclamam que minha esposa não me quer mais, os especialistas não resolvem o problema em um dia. Isso requer medidas de diagnóstico, descoberta das causas e terapia em pares. Ou seja, em caso de desacordos e problemas na esfera da vida íntima, é melhor procurar uma consulta com um psicólogo de família – isso economizará tempo para encontrar as razões.

Os psicólogos aconselham o que fazer com o marido se a esposa não quer intimidade:

  1. Exclua uma forte reação emocional à recusa de sexo. É necessário tratar o problema com compreensão. Escândalos e ressentimentos com base na insatisfação com a vida sexual apenas exacerbam o problema.
  2. Restaure a comunicação, aprenda a ouvir a esposa quando ela falar sobre suas necessidades.
  3. Comece a trabalhar ativamente nos relacionamentos e envolva seu cônjuge nesse trabalho.
  4. Organize a atmosfera emocional apropriada no relacionamento. Crie mais momentos que criem intimidade e emoções positivas, por exemplo, organize noites românticas.
  5. Fale sobre o que não combina com você na intimidade e nos relacionamentos em geral.

Um diálogo construtivo na família não é uma busca pelos responsáveis, mas uma discussão conjunta de possíveis maneiras de sair dessa situação. Nas situações em que os cônjuges não conseguem construir uma comunicação eficaz que leve a resultados, é necessária a ajuda de especialistas. Para começar, você pode visitar um psicólogo juntos e, se necessário, ele redirecionará o casal para um sexólogo ou terapeuta de família.

No casamento, existem apenas duas pessoas que podem afetar significativamente sua qualidade – marido e mulher. Para reacender o fogo da paixão, são necessários os esforços feitos pelos dois parceiros. Somente assim a harmonia pode ser restaurada à intimidade.

Fontes:

Psych Central.com
Psychology Today
Very Well Mind
Helpguide

Você também pode gostar...